Qual o Significado da expressão “Seio de Abraão”?

A figura de linguagem “seio de Abraão” aparece na Bíblia na parábola usada por Jesus sobre o rico e um certo Lázaro:

“E aconteceu que o mendigo morreu e foi levado pelos anjos para o seio de Abraão; e morreu também o rico e foi sepultado. E, no Hades, ergueu os olhos, estando em tormentos, e viu ao longe Abraão e Lázaro, no seu seio.” (Lucas 16:22-23)

LEIA: Há ungidos do Senhor hoje?

Ao usar essa expressão, Jesus tinha em mente o modo do antigo banquete oriental, onde a disposição dos convidados à mesa proporcionaria facilmente que a cabeça de uma pessoa poderia alcançar o peito (seio) do vizinho com o propósito de conversa e comunhão. Inclusive, deste contexto do banquete oriental, encontramos dois textos no evangelho de João:

“E, inclinando-se ele sobre o peito de Jesus, disse-lhe: Senhor, quem é?” (João 13:25)

“E Pedro, voltando-se, viu que o seguia aquele discípulo a quem Jesus amava, e que na ceia se recostara também sobre o seu peito, e que dissera: Senhor, quem é que te há de trair” (João 21:20)

Portanto, Jesus quando diz que Lázaro foi levado para o “seio de Abraão” queria demonstrar com isso o lugar de segurança e de honra que o pobre homem tinha ido após a sua morte. Além disso, o termo também fazia um forte contraste com o Hades, que é uma palavra grega, e que no texto indicava o lugar de tormento para o rico.

Postagem Anterior Próxima Postagem