As 7 Grandes Alianças na Bíblia

Na perspectiva do estudo bíblico, uma aliança ou pacto tem o sentido de entrar em acordo, combinar, ter afinidade, um casamento, ou mesmo estabelecer um pacto, como em: Gênesis 14.3; 2Crônicas 20.36 e Gênesis 15.18 e 21.27

Logo abaixo listamos as sete grandes alianças encontradas na Bíblia:

Aliança Noética (Gênesis 9:8-17)

Feita com justos (6:9), Noë e seus descendentes e toda criatura viva na terra toda vida sujeita à jurisdição humana.

Uma promessa divina incondicional de nunca mais destruir toda a vida terrena com alguma catástrofe, sendo o arco-iris o "sinal" da aliança (9:13,17) nas nuvens que trazem chuva.


Aliança Abraâmica 1 (Gênesis 15:6-21)

Feita com o "justo" Abrão (sua fé lhe foi "creditada como justiça", v. 6) e seus descendentes, v. 16.

Uma promessa divina incondicional para cumprir a concessão da terra; um juramento de autocondenação simbolicamente decretado (15:18).


Aliança Abraâmica 2 (Gênesis 17)

Feita com Abraão como líder patriarcal de sua casa.

Uma promessa divina condicional de ser o Deus de Abraão e o Deus de seus descendentes (cf. "de minha parte", v. 4, "de sua parte", v. 9); a condição: consagração total ao Senhor como simbolizada pela circuncisão.


Aliança Sinaítica (Êxodo 19-24)

Feita com Israel como descendentes de Abraão, Isaque e Jacó, e como povo que o Senhor redimiu da escravidão de um poder terreno.

Uma promessa divina condicional de ser o Deus de Israel (como seu protetor e o garantindo seu destino abençoado); a condição: consagração total de Israel ao Senhor como seu povo (seu reino), que vive por seu governo e serve seus propósitos na história.


Aliança Fineítica (Números 25:10-13)

Feita com o zeloso sacerdote Fineias,.

Uma promessa divina incondicional de manter a família de Fineias em um "sacerdócio perpétuo" (v. 13, implicitamente uma promessa a Israel de fornecer para sempre um fiel sacerdócio).


Aliança Davídica (2 Samuel 7:5-16)

Feita com o fiel rei Davi depois de sua devoção a Deus como rei de Israel e vassalo ungido do Senhor que tinha chegado a uma expressão especial (v. 2).

Uma promessa divina incondicional de estabelecer e manter a dinastia davidica no trono de Israel (implicitamente uma promessa a Israel) para prover para sempre um rei piedoso como Davi e através dessa dinastia fazer a Israel o que ele tinha feito por meio de Davi- fazer descansar a Terra Prometida (1RS 4:20,21; 5:3.4).


Nova Aliança (Jeremias 31:31-34)

Prometida ao Israel rebelde ao estar prestes a ser expulso da Terra Prometida na realização da mais severa maldição da aliança (Lv 26:27-39; Dt 28:36,37,45-68).

Uma promessa divina incondicional para perdoar os pecados do Israel infiel e estabelecer sua relação com ele em uma nova base, escrevendo a lei "em seus corações" (v. 33)uma aliança de pura graça.

Postagem Anterior Próxima Postagem