Comunhão com Deus (1 Coríntios 1:9)


Não se afaste do pensamento de viver em plena comunhão com Deus. Esteja decidido a permitir que Deus se aproxime cada vez mais de você e coloque Seu dedo santo em cada detalhe de sua vida diária, em cada detalhe de seu trabalho diário, em cada detalhe de seus hábitos diários, de sua conversa, sua leitura, sua escrita.

“Fiel é Deus, pelo qual vocês foram chamados à comunhão de seu Filho Jesus Cristo, nosso Senhor.” (1 Coríntios 1:9)

Coisas muito pequenas podem impedir a plena comunhão com Deus. Estejamos unidos para que nosso Senhor e Mestre tenha o primeiro lugar em nossos corações.

O crente deve sempre lembrar que Cristo é sua vida, e que o cristianismo é nada menos que a exibição viva de Cristo em sua caminhada diária.

Entre as formas de vida dos insetos, há uma pequena criatura conhecida pelos naturalistas que pode reunir em torno de si uma quantidade suficiente de ar atmosférico, e assim vestida, desce ao fundo da piscina; e você pode ver o pequeno inseto mergulhador, movendo-se seco e à vontade, protegido por sua vestimenta de ar, embora a água ao redor seja estagnada e amarga.

Comunhão com Deus e a oração é um protetor. Uma vestimenta transparente, o mundo não a vê, uma verdadeira defesa, ela mantém o mundo do lado de fora.

Por meio desta comunhão o crente pode reunir tanto da atmosfera celestial ao seu redor, e com ela descer às profundezas pútridas deste mundo contaminado. Nenhum mal o atingirá, e ele sabe quando ascender para um novo suprimento.

A comunhão com Deus manteve Daniel puro na Babilônia.


Devocional inspirado do texto de Dwight L. Moody, grande evangelista americano, traduzido por nós com base do original “Communion”.

Postagem Anterior Próxima Postagem