O Que é Teologia Bíblica?


O que é teologia bíblica ? Não é apenas a teologia que é “bíblica”. Toda boa teologia está sob a autoridade das Escrituras e busca nela a revelação de Deus sobre si mesmo, mas existem vários tipos importantes de estudo teológico. A teologia bíblica procura compreender a unidade e a diversidade das expressões das Escrituras comparando as partes da Bíblia com as outras partes à luz de todo o cânon. Essas partes podem incluir uma frase, metáfora, tema, padrão, livro, autor, gênero, seção ou até mesmo testamento (antigo ou novo). Quando uma dessas partes é comparada com outra dessas partes ou com todo o cânon, a teologia bíblica está acontecendo.

Há uma diversidade óbvia de expressão e ênfase nas Escrituras, porque Deus falou através de muitos autores humanos em muitos gêneros e em muitas ocasiões (Hb. 1:1). No entanto, há unidade nas Escrituras, porque é o único Deus trino que exala toda a Escritura (2Tm. 3:16), de quem e através de quem e para quem são todas as coisas (Rm. 11:36). A sã teologia bíblica é bíblica não apenas porque toma a Palavra de Deus como sua autoridade e fonte, mas porque está ocupada com os detalhes literários das Escrituras, suas diversas expressões, sua estrutura canônica, e a forma como os livros posteriores se referem aos livros anteriores. É também teológico porque considera todos estes livros como o único Livro de Deus, revelando a própria natureza essencial de Deus através da Sua economia, isto é, das Suas interações com a Sua criação, principalmente através da obra do Filho encarnado. Na verdade, “Toda a Escritura é um testemunho de Cristo, que é Ele mesmo o foco da revelação divina” (Lucas 24:27).

A teologia bíblica beneficia nossa exegese e nossa teologia sistemática. Pode nos ajudar a compreender a riqueza de qualquer parte ou passagem das Escrituras à medida que a estudamos, ensinamos ou pregamos. Também pode nos ajudar a ver como a estrutura e a história das Escrituras apoiam ou corrigem a nossa teologia sistemática. A teologia bíblica também se beneficia dessas disciplinas irmãs. Por exemplo, a construção gramatical específica de uma citação do AT no NT pode nos ajudar a discernir se o autor do NT está tentando extrair uma implicação específica do texto do AT ou talvez reaplicá-la a um novo contexto de uma nova maneira. Da mesma forma, um conceito teológico como a união hipostática – a confissão cristã universal de que Jesus é uma Pessoa com duas naturezas, uma divina e uma humana – pode ajudar o teólogo bíblico a relacionar corretamente duas declarações diversas sobre Jesus nas Escrituras, distinguindo se uma passagem se refere a à única Pessoa de Jesus, à Sua natureza divina ou à Sua natureza humana.

Nas Escrituras, através de muitos autores humanos em muitas circunstâncias, o único Deus fala (Hb. 1:1), e a unidade nesta diversidade nos leva à Palavra final de Deus: Jesus Cristo. A teologia bíblica é a tentativa de relacionar a diversidade e a unidade com as disciplinas igualmente importantes da exegese e da teologia sistemática, todas com o objetivo final de contemplar a Deus.


Traduzido do original "What is Eschatology?", escrito por Travis James Montgomery, para a o site For The Church.

Postagem Anterior Próxima Postagem